Venda de antidepressivo cresce 17% na pandemia, diz Conselho Federal de Farmácia

venda-antidepressivo-covid
Foto: Shutterstock

Medo de contrair o novo coronavírus, mudanças na rotina, incertezas e o isolamento social estão entre fatores que levaram mais pessoas aos consultórios de psiquiatras

Um levantamento inédito do Conselho Federal de Farmácia (CFF) apontou um aumento de 17% na venda de antidepressivo e estabilizadores de humor em 2020, primeiro ano da pandemia de Covid-19, em relação a 2019.

Medo da infecção pelo novo coronavírus, mudanças na rotina, incertezas e o isolamento social estão, portanto, entre fatores que levaram mais pessoas aos consultórios de psiquiatras.

Venda de antidepressivos durante a pandemia da Covid-19

O levantamento, feito em parceria com a Consultoria IQVIA, mostrou ainda um ranking dos Estados que mais tiveram aumento de venda desses medicamentos durante a pandemia.

Por exemplo,  Amazonas lidera com incremento de 29%. Na sequência, estão Ceará (29%) e Maranhão (27%).

Já São Paulo é o 18º colocado, com aumento de 16%.

Ele afirma que os momentos mais críticos da pandemia, desde a escassez de respiradores chegando à crise da falta de oxigênio para pacientes, também têm impacto na saúde mental da população.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *