Qual o mix ideal para a categoria de fraldas na farmácia?

mix de fraldas na farmácia
Foto: Shutterstock

Veja como vencer o desafio do tamanho da loja para alocar esses produtos

O setor de cuidado infantil – na qual a categoria de fraldas está inclusa – é o terceiro maior em vendas, atrás apenas de medicamentos prescritos e Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs), portanto, errar no mix de produtos pode impactar nas vendas da farmácia.

As fraldas descartáveis são produtos de uso contínuo, ou seja, que acompanham o crescimento da criança pelos três primeiros anos de vida.

Como escolher o mix de fraldas ideal na farmácia?

Entretanto, um dos maiores desafios do segmento é lidar com a limitação de espaço físico, especialmente dentro das farmácias independentes.

Para driblar o problema, o primeiro passo é definir um portfólio assertivo e condizente com o perfil do consumidor, orienta Alessandra.

“O tamanho da fralda é essencial, já que o shopper não irá mudar de tamanho em função de promoção ou diferença de preço. Se o consumidor chega à loja em busca de uma apresentação e não a encontra, a experiência torna-se ruim”.

Sendo assim, o lojista pode manter um sortimento variado para trazer novidades da categoria, oferecendo uma marca do segmento médio ou premium e menos opções de fraldas de menor valor agregado, sugere a VP de Marketing de Pampers, Laura Vicentini.

“Vale a pena também buscar marcas consolidadas no mercado e que tragam inovação, pois os pais não medem esforços e sempre querem o melhor para seus filhos”.

A sócia-diretora da Mind Shopper concorda e acrescenta que a marca da fralda é um indicador de performance.

Além disso, ela ressalta que oferecer a solução completa para cada etapa da rotina, como hora do banho, troca de fraldas e itens de puericultura, é fundamental para potencializar as vendas da categoria e fidelizar o cliente.

Fonte: Guia da Farmácia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *