6 sinais de alerta para saúde mental na pandemia

saúde-mental
Foto: Shutterstock

Confira dicas de autocuidado para driblar os problemas causados pela pandemia como o estresse pelo home office

Há mais de um ano, mudanças significativas na vida profissional fizeram com que os brasileiros sentissem uma piora na sua saúde mental e na carreira e durante a pandemia de Covid-19.

Especialistas afirmam que a dificuldade de equilibrar vida pessoal e profissional no home office desencadeia sintomas emocionais e insatisfações.

Saúde mental na pandemia: sinais de alerta no home office

Para a empresa, é evidente quando um funcionário é afastado por diagnóstico de ansiedade ou depressão, mas a médica explica que há condições que não são contempladas nos indicadores dessas doenças.

“Dores crônicas nas costas, na cervical, insônia ou má qualidade de sono, dor de cabeça. Tudo isso pode ser um sinal de que a pessoa está com quadro depressivo, demonstrado de outra maneira.”

Além desses sinais, ela lista algumas pistas que podem indicar problemas de saúde mental e às quais líderes e funcionários devem ficar atentos, ainda mais em tempos de home office:

  1. Ficar muito tempo nas reuniões com a câmera desligada.
  2. Não interagir com a equipe como antes.
  3. Semblante mais triste e inexpressivo.
  4. Falta de cuidado com a aparência, quando é alguém que prezava por isso.
  5. Discursos e fala mais tristes.
  6. Queda na produtividade.

7 dicas de autocuidado no home office

A partir da suspeita ou mesmo identificação de má condição mental, as organizações podem adotar medidas para evitar recorrências.

  • Planeje a rotina, com horários regulares para acordar, dormir e fazer as refeições.
  • Não se descuide e mantenha o uso rotineiro de medicações, se for seu caso.
  • Faça pausas a cada hora, levante, ande um pouco e beba água.
  • Tente identificar o que está sentindo, se tem pensamentos negativos com frequência.
  • Procure formas de distração, como leitura, atividade física, meditação. Alguns aplicativos podem ajudar como guia.
  • Se informe por meio de fontes seguras, não por correntes enviadas em redes sociais.
  • Entenda que sentir medo e tristeza é normal, mas fique atento se esse quadro se prolongar.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *